TRAJETÓRIA DE SUCESSO DO PROJETO SOCIAL CAEIRA 21

O PROJETO SOCIAL CAEIRA, idealizado pela Arte Educadora GRAÇA CARNEIRO, foi uma iniciativa do GRES CONSULADO e até o ano 2000 contou com parcerias de colaboradores e voluntários. A partir do ano 2000 passou a ser mantido pela Grupo de Trabalho Comunitário Catarinense – GTCC, uma Organização Social sem fins econômicos  integrante do Terceiro Setor. Com essa Instituição reconhecida de Utilidade Pública o PROJETO CAEIRA passou  a ter personalidade Jurídica para buscar patrocínios através de Convênios, Leis de Incentivos, parcerias com a iniciativa privada e os Títulos de reconhecimento de um Projeto de Educação e Cidadania. Nesta ocasião acrescentamos o NÚMERO 21 em homenagem a mudança de século (XXI), fortalecendo a nova fase. Juntam-se a equipe de coordenação Renata Carneiro Afonso e  Fernanda Carneiro Afonso  dando uma nova dimensão para as ações e atividades artísticas.

Renana Afonso bailarina Clássica  agrega sua formação na Opera de Viena e em muitos Festivais Nacionais,  a proposta de ensinar uma atividade erudita numa Quadra de Escola de Samba . Ação inédita em Florianópolis tendo como motivação o Projeto “Dançando  para não Dançar” da Bailarina Thereza Agiuilar  (1995)   na Escola de Samba Mangueira do RJ.

Fernanda estudante de Mídias Eletrônicas e atuando nos diversos movimentos Culturais da cidade em Parceira com o Pontão Ganesha de Cultura Digital, cria uma nova identidade para o CAEIRA 21 mudando sua logo representada por uma PIPA objeto de diversão e distração da maioria das crianças e jovens da comunidade do CAEIRA. Com o lema de que uma pipa precisa de uma mão que a guie o CAEIRA 21 formatou suas oficinas e eventos valorizando a história local, as contribuições dos vários “sotaques “ desse imenso Brasil e a Cultura Popular.

O PROJETO CAEIRA 21 não foi um projeto administrado pela Prefeitura de Florianópolis. Foi uma  iniciativa do GRES CONSULADO em parceria com o GTCC – Grupo de Trabalho Comunitário Catarinense, os quais o mantiveram financeiramente com apoios  técnicos, parceiras, Editais e Convênios.

O GTCC uma  organização não governamental de pessoas da cidade que trabalharam voluntariamente na busca de convênios, apoios e doações para sustentação financeira de parte do Projeto em parceria com a Escola de Samba Consulado já conhecida de todos.

O PROJETO CAEIRA 21 contemplava OFICINAS  DE ARTES, MÚSICA, TEATRO, DANÇA, CAPOEIRA, DESENHO, PINTURA, INFORMÁTICA e CIDADANIA.

As atividades artísticas e esportivas faziam o  complemento da Educação formal numa  proposta de desenvolvimento e crescimento das crianças e jovens do Caeira do Saco dos Limôes.

Como a maioria das crianças e jovens  passavam maior parte do seu dia  na quadra, era oferecido  lanches e uniformes para facilitar a vida das famílias que não podiam atender diariamente seus filhos por estarem trabalhando o dia todo.

Com uma equipe  composta por merendeira, monitora, 3 coordenadoras, instrutores de capoeira, da bateria mirim, de hip hop,  mais 5 professores cedidos pela Secretaria de Educação do Município, 3 estagiários do SESI.

A ELASE, o SESC, o IVA, o CDI, a ALQUIMÍDIA e a AAPE foram  instituições que apoiaram o  trabalho fazendo doações ou oferecendo seus equipamentos e espaços.

GENTE QUE FEZ!

GENTE QUE FAZ!

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s